segunda-feira, 25 de maio de 2009

Kasabian - West Ryder Pauper Lunatic Asylum (2009)

Kasabian

Há quem clame por mudanças. Não suporta uma banda que lança um ou dois álbuns seguidos com uma mesma pegada, uma mesma identidade. Há quem abomine esse tipo de comportamento em bandas. Por outro lado, também tem aqueles que não querem nada diferente, e choram quando sua banda predileta resolve apostar em coisas novas. Não há bem um lado certo ou um errado, nestes casos. Aliás, são poucos os casos em que há um lado certo e outro errado. Sabendo disso, o Kasabian estreiou com o homônimo disco em 2004 e deixou muita gente interessada. Choveram elogios e a crítica colocava os ingleses como uma das novas promessas da música, junto com o escocêses do Franz Ferdinand, que também estreiavam naquele ano. Não era exagero nenhum, o Kasabian mostrava competência suficiente e se portava como uma verdadeira banda de rock, cheia de personalidade. Dois anos depois, eles lançariam "Empire", seu segundo álbum e, apesar da incrível qualidade e de uma interessante evolução, os críticos e grande parte do público não viram desta maneira. Acharam que a não tão ousada mudança do quarteto só veio para amornar as coisas. Amornando ou não, o Kasabian se arriscou para receber a simpatia daqueles que clamavam por mudanças. Agora, com o lançamento do seu novo álbum "West Ryder Pauper Lunatic Asylum" eles parecem preferir jogar para os dois lados: apresentam uma nova banda que sugere novas coisas e resgata os tempos áureos. Complexo? Não. Mais do que nunca, é Kasabian.


Ser mais Kasabian do que nunca, é apostar nas fortes influências setentistas, pesando mais para um lado Rolling Stones, e inserir elementos eletrônicos dançantes, sempre com muito groove. Sim, ser mais Kasabian do que nunca é lembrar também um pouco de Primal Scream. E, sendo assim, o Kasabian não decepciona. Esse, talvez seja o álbum mais interessante e completo do quarteto inglês, contendo canções que grudam aos ouvidos e também aquelas que se mostram maduras, unindo o que fizeram no primeiro álbum com o que apresentaram no posterior, chegando a uma unidade cheia de variáveis interessantes.

As faixas dançantes lembram muito as primeiras músicas da banda, mas contém mais elementos e são mais ousadas. Agradarão os primeiros fãs da banda, sem dúvida. As canções mais elaboradas são focadas em guitarras, pianos e são preocupadas em ser grandes canções de rock. a banda conseguiu o que queria. Não pensou em ser certa ou errada, não se preocupou em mudar ou continuar a mesma. Fez aquilo que era necessário: um grande álbum do Kasabian (e um dos álbuns do ano).

Kasabian - West Ryder Pauper Lunatic Asylum (2009)
Kasabian - West Ryder Pauper Lunatic Asylum (2009)
01 - Underdog
02 - Where Did All The Love Go?
03 - Swarfiga
04 - Fast Fuse
05 - Take Aim
06 - Thick As Thieves
07 - West Rider Silver Bullet
08 - Vlad The Impaler
09 - Ladies And Gentlemen (Roll The Dice)
10 - Secret Alphabets
11 - Fire
12 - Happiness
Download link in comments / Link de downloads nos comentáriosMySpace
Separador

7 comentários:

Anônimo disse...

Download Link:
http://sharebee.com/93cef5ef

life in technicolor disse...

Super trabalho dos caras.

Quero ver quem ouvir o albúm tirar "Fast Fuse" e "Vlad the Impaler" da cabeça muito cedo.

Rodrigo disse...

Sensacional! Se de início foi difícil engolir Vlad The Impaler, agora desce redondinho, assim como o restante do disco. Rock maiúsculo!

Denise disse...

esses caras são foda!

Harisson disse...

O Album ta muito bom!
P.S.: O Blog tb.

Anônimo disse...

Otimo perfeita a banda, tava na hora de mudar um pouco a cara do Rock nos dias de hoje!
Excelente

@RafaelEspinase

Anônimo disse...

Alguem tem o link do "Velociraptor!"?