quinta-feira, 5 de março de 2009

Wado e Realismo Fantástico - A Farsa do Samba Nublado (2004)

Wado e Realismo Fantástico

Wado não vacila. E falar dele é um desafio, pois não é falar onde vai sua música, o que ele toca, canta ou compõe. A abrangência é o que martela na cabeça. Não é possível definir em um estilo o que ele faz, e não há estilos suficientes para se somar e chegar ao resultado do que ele produz. O cara é foda.

Talvez, a mistura catarinense/alagoano, possa resumir um pouco sobre ele. Pois sua a música parece, realmente, atravessar essas distâncias. Parece lutar para aumentar o perímetro de onde começa e acaba a música popular no Brasil. O que Wado faz é música popular. É o pop em sua cara mais periférica. É o pop que mais se aproximaria da realidade do brasileiro (isso por julgar, nosso povo, como um povo muito criativo). claro, se não fossem as FM's manipuladas maioria em nosso território, ele realmente seria um dos artistas em mais evidência no país. E não seria só para crítica, como é hoje, e sim para quem realmente interessa, o público.


Com 4 discos na bagagem, considero o seu terceiro, de 2004 chamado "A Farsa do Samba Nublado", o mais completo. O meu favorito, talvez, seja o de 2008, mas prefiro indicar aquele que acredito que seja o ponto alto do cara.

"Eu já não luto contra o tempo, isso já não faz sentido. Não estou mais vazio. E não vou sentir inveja, pois carrego comigo um pouco da tua luz.", diz Wado em "Fuso". "Sinto não sentir mais que um abismo entre nós", diz logo em seguida em "Amor e restos humanos". Se você procura boas letras e músicas realmente criativas, sem chatice, tá aí um prato cheio.

Letras diretas e sem nenhuma arrogância poética. Melodias diversas, variante de diversas influências.

"E num dado momento, parecia até que o sol ia nascer. E era mais uma estrela decadente" num "Deserto de Sal" ou em qualquer lugar, essa estrela com certeza não é Wado. Porque ele é uma estrela que está cada vez mais alta mas, mesmo assim, parece tão próxima da gente.

Wado e Realismo Fantástico - A Farsa do Samba Nublado (2004)
Wado e Realismo Fantástico - A Farsa do Samba Nublado (2004)
01 - Tormenta
02 - Grande poder
03 - Vai querer
04 - Alguma coisa mais pra frente
05 - Carteiro de favela
06 - Gargalhada fatal
07 - Fuso
08 - Amor e restos humanos
09 - Se vacilar o jacaré abraça
10 - Ode à maldade
11 - Deserto de sal
12 - Pé de carambola (Bonus Track)
DownloadMySpace
Update:
Esqueci de dizer. No site do cara, você pode baixar todos os discos. Digamos, ele funciona melhor no IE do que no Firefox, então fique esperto e cai pra lá.
Separador

4 comentários:

Wenndell A. A. disse...

Esse é também meu CD preferido dele. Muito bom.
Boa resenha.

Juliana disse...

Digo mais do Wado: Sabe aquelas músicas que você escuta na Rádio Trama enquanto está aguardando o seu filme? O Wado tem tudo para ser isso, mas ele ultrapassou o poder chato que a Trama tem de você querer chegar em cima da hora do filme para não houví-la. É a inovação no pop no Brasil, algo que não se vê desde os 1ºs discos do Skank, uma mistura de sons legais, palavras diferentes e temas malucos! Eu aprovo e recomendo!

[ A l i s o n ] disse...

\o/ Mais uma das muitas boas surpresas que já me apresentou. A única coisa que acrescento é que sempre que leio o nome leio "Veido" XD

Thiago Gil disse...

Realmente gostei muito mesmo. Sou suspeito pra falar, adoro estas misturas ,samba, rock, funk e etc. Acredito que foi cd que baixei que mais gostei daqui ate agora..