terça-feira, 14 de abril de 2009

The Middle East - The Recordings Of The Middle East (2008)



A sensação:
de perder o trem;
de chegar após o "fale agora ou cale-se para sempre";
de cochilar na poltrona do cinema, logo no final do filme;
de acordar tarde demais pra se despedir de um amigo que vai fazer intercâmbio;
de sair correndo do banho e, mesmo assim, não conseguir atender o telefone a tempo.

O The Middle East lançou seu primeiro álbum (The Recordings Of The Middle East) no ano passado. Pouca gente soube, pouca gente ouviu. Mas quem pôde conferir, se impressionou (ao menos os que se pronunciaram). E aquele que seria o registro do fim de uma banda, demonstrou ser um grande álbum. Cheio de momentos grandiosos e de longas e belas canções, o oi-tchau da banda australiana tomou a frente em várias listas de melhores discos do ano que passou e, mais do que isso, tomou de supetão diversos corações e mentes.

Nem vídeo e poucas fotos. Poucos fatos também. O que se sabe é que a banda não existe mais, e que era formada por dois irmãos e seus três amigos, lá na Austrália. Mas esse "mistério", nem é o que chama tanta atenção. O rosto velho e cansado, em traços brancos no fundo negro, que ilustra a capa do disco, pode ter milhões de significados. Mas, o que faz uma ligação fantástica, é a margem para questionamentos e a atmosfera das canções, que vagam entre o sombrio e o belo, o bem-resolvido e o misterioso.

Oito longas e grandiosas músicas, repletas de silêncios bem ensaiados, de linhas vocais masculinas e femininas se cruzando, arranjos experimentais e de sonoridades que por vezes lembram o post-rock do Sigur Rós e acabam indo ao ambient-folk com fragilidade e sutileza. Se for preciso, as ouça várias vezes. O brilho pode não ser "enxergado à primeira vista", por talvez você não estar sendo atento o suficiente, ou por talvez não ser o dia certo para isto.

Mas, chegará um momento em que as impressões serão diferentes, e você alcançará aquele trem que perdeu, impedirá um casamento de acontecer, despertará para ver a cena mais linda de um filme, dará o primeiro e último abraço no seu amigo que voará pra tão longe... e nem vai querer sair do banho pra atender o telefone. Vai estar tão imerso em belas melodias, que a campainha do telefone vai parecer distante o suficiente para você não abandonar esse banho de sensações maravilhosas.

The Middle East - The Recordings Of The Middle East (2008)
The Middle East - The Recordings Of The Middle East (2008)
01 - The Darkest Side
02 - Beleriand
03 - Lonely
04 - Blood
05 - Fools Gold
06 - Pig Food
07 - The Fall Of Man
08 - Tsietsi
DownloadMySpace
Separador

3 comentários:

thaluan disse...

opa! valeu!

[ Alison do Vale ] disse...

Adorei as analogias.
=]

JeanC disse...

Sem palavras. "Blood" a melhor!